A dica vale para todos os clientes que rodam seus dedicados utilizando a plataforma Linux com PHP:

Se estiver rodando o phpsuexec,  coloque um arquivo php.ini dentro da pasta public_html do cliente que terá acesso ao exec do PHP,  com as configurações desejadas. (no caso o acesso ao exec 🙂 )

Lembrando, que isto é muito arriscado, ja que se este cliente for craqueado pode comprometer o seu servidor todo.

Coloque este php.ini com o UID:GID do root para nem mesmo o seu usuário tenha acesso direto a ele. 

Para contratar seu dedicado, acesse:  http://bsrsoft.com.br/dedicados.php