Como calcular o ROI do e-mail marketing? (ROI – retorno de investimento)

E-mail marketing não é gratuito. É uma mídia, como outra qualquer, que exige investimentos para trazer o retorno desejado. Porém, o retorno gerado pelo e-mail marketing deve justificar seu custo, e muitas empresas acabam dedicando muito de seu tempo e de seus criativos para criar campanhas que têm um custo muito maior do que o retorno.

E, afinal, como calcular este retorno?

Ao contrário do que muitos podem pensar, calcular o ROI (Return on Investment) de qualquer campanha, inclusive de e-mail marketing, é simples. Basta utilizar a seguinte fórmula para obter o valor percentual:

email-mkt-roi

 

Caso o modelo de negócios do site não seja do tipo “loja virtual”, que trabalhe com transações monetárias, é importante especificar um valor fictício para cada tipo de conversão, como uma nova visita ao site, um contato via formulário ou telefone etc. Certamente, um terá mais peso que o outro.

Os custos que devem ser considerados como valor de investimento na campanha dependem do tipo de negócio. A empresa que está investindo na campanha de e-mail marketing pode calcular o valor do investimento de acordo com o modelo de trabalho mais adequado para sua realidade:

1. Desenvolver toda a campanha in house, ou seja, ela própria cuida de todos os processos. Neste modelo, além de custos externos (aluguel de listas, plataforma de envio e o que mais for terceirizado) deve ser mensurado o tempo das pessoas envolvidas em todo o processo, como, por exemplo, o período que cada colaborador levou para realizar as suas atividades. O valor/hora de cada profissional envolvido na campanha também deve ser contabilizado nos cálculos do investimento.

2. Contratar uma agência, que fornece um valor fechado com todas as etapas inclusas: desde o planejamento até o aluguel de listas ou bases de dados, o design do e-mail, programação etc. Neste caso, o valor total cobrado pela agência para cuidar da campanha já é o valor do investimento.

Como as campanhas variam muito de acordo com as necessidades e expectativas de cada cliente, os custos podem variar.

Num exemplo prático, vamos supor que uma campanha de e-mail marketing de uma loja virtual tenha exigido um investimento total de R$1.000,00, entre aquisição de listas, plataforma de envio, design etc. Essa campanha gerou 20 conversões em compras de produtos no site. Cada compra foi de R$ 150,00. O valor total de conversões foi, portanto, de 20 x R$ 150,00 = R$ 3.000,00. Como o valor investido foi de R$ 1.000,00, temos um ROI de (R$ 3.000,00 – R$ 1.000,00) / R$1.000,00 = 2
2 * 100 = 200%.

Assim, nossa campanha fictícia teve um excelente retorno de 200%.
Ou podemos pensar, também, que cada uma das conversões (20) custaram R$50,00.

Nesse caso, o ROI começa a ser calculado desde a concepção da idéia, na fase do planejamento de uma ação. É possível mensurar o tempo das pessoas envolvidas em todo o processo como, por exemplo, o período que cada colaborador leva para realizar as suas atividades.

Dá para sofisticar bem o modelo, mas o exemplo acima já dá uma idéia de como trabalhar com o ROI!

(Fonte: UOL)

Conheça agora nossos pacotes para a solução de e-mail marketing.